Blog

29 de janeiro de 2019

Investir no Interior? Sim!

Uma análise dos muitos Prós e poucos Contras das empresas

que não estão nas grandes capitais do país.

 

Onde realmente estão as oportunidades de negócio no Brasil? Muitos empresários não conhecem em profundidade quais são as oportunidades e desafios que o nosso grande Interior oferece.

 

 

Mobilidade: Nas grandes metrópoles temos sérios problemas de eficiência dos transportes públicos. O trabalhador e a população consumidora em geral sofre com o maior “tempo perdido”, stress e custo elevado, tanto no percurso casa-trabalho quanto casa-comércio. Ao levar seu negócio para um lugar menor, o empresário ganha o melhor de dois mundos: não há trânsito e muitas das cidades interioranas contam com uma infraestrutura que não perde para as grandes.

 

 

Custo de Vida: Aluguéis, Contas de Consumo como Energia e Água, Alimentação, Salários. No interior, naturalmente, o empreendedor gasta menos com essas despesas. No final das contas, sobra mais dinheiro para investir no negócio se comparado aos custos de uma empresa instalada nas grandes capitais.

 

 

Funcionários: A rotatividade de colaboradores no interior é menor, já que as oportunidades são mais restritas do que em grandes centros, visto a quantidade inferior de empresas instaladas. O funcionário tende a ficar mais tempo: mais estabilidade, menor quantidade de rescisões.

 

 

Atendimento: A própria cultura interiorana e circunstâncias locais fazem com que o atendimento aos clientes seja mais próximo. Ou seja, é mais fácil fidelizar o consumidor e fazer com que eles sempre voltem à sua empresa.

 

 

Acesso a Conhecimento: Hoje o Brasil possui grandes Universidades públicas e privadas espalhadas no Interior, nas cidades-sede regionais principalmente, e assim não é tão longe deslocar-se até elas quando não há a oportunidade de formação profissional em um município menor. Além disso, o ensino à distância pela internet encontra-se disseminado no país, com muitas opções de cursos superiores, tecnólogos e profissionalizantes a baixo custo.

 

 

Incentivos Fiscais: Muitos municípios com o intuito de trazer mais empregos e desenvolvimento local concedem menores tributos para a instalação de novas empresas, é necessário fazer uma pesquisa junto às prefeituras e averiguar o plano de incentivo fiscal para o empreendedor.

 

 

Mercado Consumidor: Você pode pensar que há menos possibilidades de venda com uma menor quantidade de consumidores, mas o foco deve ser conhecer a real necessidade do cliente e o público-alvo. É recomendável realizar pesquisas pré-lançamento ou ajustes durante a operação, sem receio de realizar perguntas e se necessário, melhor direcionar a política de vendas de sua empresa.

 

 

Liderança Frágil: Aqui encontramos uma dificuldade a ser superada. A realidade é que a capacitação de empreendedores no Interior é considerada menor, isto deve-se há alguns fatores como a massa de empresas familiares, composição societária não favorável e falta de conhecimento no quesito “Controle do Negócio”. É muito comum encontrar empresários que não conhecem a própria margem financeira ou a estrutura de custos, misturam as contas pessoais com as contas da empresa e pratica muitas vezes resoluções incorretas de financiamento e investimento.

 

 

E para isso, um bom consultor, especialista em Gestão Financeira pode ajudar. O negócio deve estar “redondo” do ponto de vista gerencial. Só assim será atraente para qualquer potencial cliente na região que a empresa estiver instalada.

 

 

 

Dentro do processo de planejamento, obrigatório para o empreendedor, é muito importante

existir metas, relatórios de apoio e informações corretas para tomada de decisão.

 

O ambiente externo interiorano está traçado, faça você empreendedor, o ambiente interno de sua empresa o mais eficaz e assertivo e obtenha sucesso com o seu negócio.

 

 

NASH CONSULTORIA EMPRESARIAL

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Ícone do Whatsapp